Traje em festa

19/09/2017 - 9:00

Este ano, tive a oportunidade de comparecer a dois casamentos realizados durante o dia – o que tem se tornado bastante habitual na cidade de São Paulo, além de praias, fazendas… Os horários preferidos são hora do almoço ou fim de tarde. Aí começam as dúvidas dos convidados: O QUE VESTIR?

Geralmente os convites já não trazem mais o traje, aliás tem tanta nomenclatura para os mesmos trajes que é melhor não colocar mesmo! Passeio, passeio completo, esporte, social, traje escuro, longo esporte, traje praia… Oi? Obrigada por avisar, mas o que significa de fato cada um?

Se você tem muita intimidade com uma das famílias, o melhor é conversar e trocar uma ideia do que usar. Alguns noivos fazem site onde colocam informações sobre local e estilo do casamento.

Havia um tempo (once upon a time) que o traje solicitado se referia ao masculino e as senhoras sabiam o que usar. Hoje pode parecer mais simples (será?), não se define o traje e cada um vai como quer. Salto alto na praia, salto agulha no campo, vestido longo, curto, rendas, brilho. Liberdade total!

Cada vez mais vivemos essa liberdade de escolha, mas será que ela é valida em todos os momentos da vida? Será que as pessoas não gostariam de ser um pouco mais orientadas?

No meu caso, vou do jeito que me sinto bem, afinal se tudo está mais indefinido é para deixar cada um se vestir à sua moda. Seu espelho ainda é o seu melhor indicador de felicidade.

Portanto, se vale aqui um conselho, respeite sua maneira de vestir – você é você e ponto… Ou será virgula? Mas leve em conta o local onde será realizada a festa para poder se divertir, porque quando são realizadas em praia, campo ou jardins abertos podem apresentar surpresas, com todo tipo de piso e acessos.

Viva sua liberdade de escolha e pense mais em conforto. E se o salto incomodar, fique descalça e se divirta

11 Comentários

Cancelar resposta